MENU

O que preciso para migrar do Blogger/Blogspot para o WordPress?

Tenho recebido muitos pedidos de orçamentos de layouts para Blogger/Blogspot e decidi fazer um post explicando melhor porquê não trabalho mais com esta plataforma e o que é preciso para migrar seu blog para o WordPress.

Eu não sou programadora, trabalho exclusivamente com criação de layouts, e não conheço mais programadores que trabalham com Blogger. Eu até tentava, mas acabava perdendo muito tempo quebrando a cabeça pra acertar um layout por lá (que utiliza linguagem HTML/XHTML e CSS). O que acontecia era escolher um tema pronto e customizá-lo, mas aí, além da dor de cabeça, eu ainda perdia a liberdade para a criação de algo bem personalizado. Sem graça, né? Além disso, por mais que o Blogger tenha investido em melhorias como plataforma de blogagem, o WordPress ainda está muito a frente em termos de recursos.

E como funciona a migração?

A principal diferença é que com a plataforma WordPress.org, você precisará obrigatoriamente de um registro de domínio e uma hospedagem (como já vimos aqui). Lembrando que domínio é o endereço do site na internet e a hospedagem é o servidor onde ficam seus arquivos. É possível comprar domínio e hospedagem no mesmo lugar e isto é algo que você pode fazer apenas quando o layout estiver pronto, mas deve ser feito antes da programação.

Quanto ao seu blog atual, não se preocupe, pois há como migrar o conteúdo já existente do Blogger para o WordPress. Com a migração (feita de maneira correta, é claro), você manterá:
– Todas as suas postagens, com seus devidos conteúdos (textos e links, as imagens não mudarão de endereço);
– Todas as suas categorias;
– Todos os seus comentários.

Ou seja, esses conteúdos não serão perdidos.

Algumas vantagens que vejo em migrar seu blog para o WordPress:

1. Liberdade

Para criação, para personalização, para manutenção e gerenciamento. Garanto ser mais fácil para quem trabalha e para os blogueiros, uma vez que se acostumarem com a plataforma. É tudo muito intuitivo e com bastante opções!

2. Plugins

O WordPress tem uma variedade muito grande de plugins, e muitos programadores criando o tempo todo novos plugins para atender a diversas funções. Entre os plugins que mais fazem diferença, estão os de compartilhamento de redes sociais, posts relacionados (personalizados), responder comentários, modo de manutenção (uma tela que pode ser acionada quando seu blog estiver fora do ar ou em manutenção), além de vários outros utilitários para traduções, publicidade, otimizações nas ferramentas de busca e no próprio blog.

3. Links bonitos e personalizados

Os links permanentes e URLs são personalizáveis e se adaptam às suas necessidades. Você pode criar subpastas, reescrever endereços e visualizar previamente qual será o link de um novo post antes de publicar e mudá-lo se quiser. O que isso significa? Que ao invés de você ter algo assim http://seublog.blogspot.com.br/2013/11/nome-do-post.html você pode ter algo assim: http://seublog.com.br/nome-do-post

4. Sistema de comentários

O principal canal de comunicação do blogueiro com o seu público são os comentários e o WordPress permite todo tipo de adaptação e até integração com outros serviços, como os comentários pelo Facebook e as fotos pelo Gravatar, por exemplo.

Mas apesar de tudo isso, não quer dizer que não é possível criar um blog profissional ou ter um layout bonito no Blogger. Para aqueles que não pretendem investir em um layout personalizado ou não abrem mão da plataforma, existem alguns temas gratuitos bem legais por aí, basta fazer uma busca refinada! 🙂

Deixe um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *